Uber compra 24 mil carros para fazer frota sem condutor

Uber e Volvo assinaram acordo para a aquisição de 24 mil carros entre 2019 e 2021. A ideia é a Uber começar os testes naqueles automóveis para os transformar em carros de condução automática.

0
111

A Uber aprovou a compra de 24 mil automóveis desportivos Volvo para os transformar numa frota de automóveis automáticos, sem condutor. De acordo com um comunicado da Volvo, conhecido esta segunda-feira, os automóveis desportivos de modelo XC90 vão ser vendidos por 46.900 dólares em concessionárias norte-americanas, fazendo desta a primeira compra comercial feita por parte de uma plataforma prestadora de serviços, neste caso a Uber. Ou seja, a novidade não é só a Uber a compar veículos para os tornar em veículos automáticos, mas também a Uber a comprar carros a uma escala comercia.

A frota deverá chegar entre 2019 e 2021 à empresa sediada em São Francisco, nos EUA, e caberá depois à Uber adicionar os seus próprios sensores e software que permitirá a condução automática, sem condutor. “Este novo acordo põe-nos na rota da produção de veículos automáticos em grande escala”, disse à agência Bloomberg Jeff Miller, o responsável da Uber pelo departamento de veículos sem condutor. “Quanto mais pessoas trabalharem neste sistema, mais depressa chegamos lá, e com melhores e mais seguros, sistemas”, acrescentou.

Ver imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no Twitter

Volvo Cars signs agreement with @Uber to provide them with  compatible cars between 2019-2021. http://www.volvoca.rs/01c5lf 

De acordo com a Bloomberg, o negócio fechado com a Volvo não só irá aumentar as vendas daquele gigante sueco como vai ajudar a reduzir os custos de produção de carros sem condutor prevista para 2021, num negócio maioritariamente controlado pelos chineses. Os engenheiros da Volvo têm vindo a trabalhar de perto com a Uber para desenvolver veículos com tecnologia de condução sem condutor, pretendendo depois usar esses mesmos carros, com essa tecnologia incorporada, no seu leque de ofertas ao público.

“A indústria automóvel está a ser mudada pela tecnologia, e a Volvo Cars quer ser parte ativa dessa mudança”, disse à Bloomberg o presidente executivo do grupo Volvo Cars Hakan Samuelsson. “É um novo mercado que está a emergir e nós seremos os primeiros a chegar a esse segmento”, disse ainda. Segundo a Bloomberg, a Uber ainda não fixou nenhum calendário para introduzir esta tecnologia de condução sem condutor, mas os carros da Volvo vão chegar às suas mãos entre 2019 e 2021, devendo começar os testes a partir daí.

Booking.com

Deixe uma resposta