Poderá dormir “à Benfica” na baixa de Lisboa

Luís Filipe Vieira revelou que o clube da Luz vai construir o primeiro hotel temático do Benfica, na baixa de Lisboa.

0
385
Luís Filipe Vieira revelou que o clube da Luz vai construir o primeiro hotel temático do Benfica MANUEL DE ALMEIDA/EPA

Em 2017, o Sport Lisboa e Benfica quer marcar pontos também fora dos relvados. Luís Filipe Vieira revelou que os grandes projetos do clube vão passar pela criação de um Centro de Alto Rendimento, um hotel temático na baixa de Lisboa, a Benfica Rádio e a expansão do Centro de Estágios do Seixal.

Em entrevista ao jornal A Bola, o presidente dos encarnados falou da estreia do clube na hotelaria. “Estamos a pensar seriamente em construir o primeiro hotel temático do Benfica”, avançou, revelando que o projeto avançará devido “à forte projeção da nossa loja no centro de Lisboa”.

A avançar, a unidade hoteleira ficará localizada na Rua Jardim do Regedor, em plena baixa pombalina. “Uma localização de excelência, numa altura em que Lisboa está em profundo crescimento como pólo de atração turística”, afirmou o presidente.

Depois da Benfica TV, outro dos projetos para o novo ano passará por alargar a presença do clube nos media com uma nova rádio.

O presidente encarnado adiantou ainda que faz parte dos planos do clube a criação de um Centro de Alto Rendimento, bem como a expansão do centro de estágios no Seixal.

Tetra será fruto de “sementeira”

Numa longa entrevista ao jornal desportivo, Luís Filipe Vieira falou ainda da possibilidade de se tornar no primeiro presidente a conquistar o tetra campeonato pelo Benfica. Se tal acontecer, avança que será fruto da “sementeira” que o clube tem vindo a semear.

“A importância é para o Benfica e para os benfiquistas porque é fazer história. O que para um clube desta dimensão é obra. Para o presidente é uma colheita das sementeiras que temos feito. Para colher há que ter semeado antes. Alguns acham que pode haver resultados sem trabalho. A realidade desmente todos os dias essa visão. A acontecer, o tetra consolida o padrão desportivo do Benfica. Ganhador e com um projeto de olhos postos no futuro com aposta numa escola com a sua própria identidade e modelo de jogo e numa formação em permanente evolução”, afirmou.

Luís Filipe Vieira fez ainda uma retrospetiva do ano de 2016. Falou sobre o tricampeonato e destacou o campeonato da Europa: “Naturalmente, como português e amigo de Fernando Santos, vibrei com a conquista do Europeu de futebol, em França”.

Aposta na formação

A aposta na formação será para manter e recordou os valores nascidos no Caixa Futebol Campus. “Com visão e trabalho sério, os sonhos levantam voo. Num País com a escala e recursos que temos, a formação será sempre um pilar fundamental para qualquer projeto desportivo que se queira sustentável e ganhador. O Caixa Futebol Campus é uma referência internacional de bem trabalhar na formação. E basta verificar tantos nomes que se têm afirmado, desde o Renato Sanches, que ganhou o prémio de melhor jogador jovem do último Europeu, passando pelo Bernardo Silva, André Gomes, João Cancelo e muitos outros que brilham nas principais ligas ou nos que estão connosco na primeira equipa como o Nélson Semedo, Gonçalo Guedes, Lindelöf, Horta ou José Gomes, e outros, que em breve irão aparecer de acordo com um profundo trabalho de planificação a médio e longo prazo que estamos a fazer”, salientou.

O presidente dos encarnados quis ainda lembrar que quando chegou ao Clube este vivia graves problemas financeiros, uma situação que pretende que não se volte a repetir. “O grande legado que quero deixar é que o Benfica ganhe tamanha dimensão que seja impossível voltar para trás. Quero que no futuro, independentemente dos meus sucessores, pela estrutura criada, o Benfica continue a ser permanentemente gerido de uma forma empresarial e sempre por profissionais”, sublinhou.

Sobre o homem forte que conduz a equipa das águias na liderança do campeonato, Luís Filipe Vieira fala em “cumplicidade” para justificar o sucesso. “Somos amigos. A sintonia e a partilha de objetivos em favor de uma instituição com a relevância do Sport Lisboa e Benfica só é possível quando existe disponibilidade para deixar os egos de parte. Só a cumplicidade consegue superar as dificuldades e os obstáculos que são colocados. O Rui é uma excelente pessoa, um grande treinador, um senhor do futebol que se distingue pelo trabalho, pela atitude e pelos resultados. E no início a forma como soube afirmar-se foi desde logo a melhor demonstração da boa escolha que fizemos”, destacou.

As modalidades no clube da Luz também mereceram destaque na entrevista ao jornal A Bola e o presidente voltou a falar na formação para se assumirem cada vez mais nas várias modalidades desportivas. “Temos o Benfica a lutar na Europa nas mais diversas modalidades, desde o basquetebol, voleibol, hóquei em patins entre outras, e tivemos a maior delegação de atletas do Clube em Jogos Olímpicos. Estamos satisfeitos com o trabalho e a entrega dos dirigentes, dos treinadores e dos atletas, mas nesta casa queremos sempre mais. Agora também aqui repetimos a máxima, apostar na formação”, lembrou.

Booking.com

Deixe uma resposta