Paris começa construção de muro de vidro blindado ao redor da Torre Eiffel

Obras durarão até maio de 2018 e custarão 30 milhões de euros

0
174

PARIS — Paris começou nesta segunda-feira a construir um muro de vidro blindado para reforçar a segurança em torno da Torre Eiffel, diante do temor de um eventual ataque terrorista, segundo autoridades da capital francesa. As obras começaram após uma sucessão de ataques jihadistas na cidade nos últimos dois anos, que deixaram mais de 200 mortos.

No local, será instalada uma parede de vidro à prova de balas em torno dos jardins do monumento, que custará 30 milhões de euros. As obras durarão até maio de 2018, indicou o responsável de turismo local, Jean-François Martins. O monumento, visitado por mais de seis milhões de pessoas por ano, já conta com uma patrulha permanente da polícia, mas os vereadores de Paris votaram por unanimidade em março para aumentar a segurança do local por causa da ameaça terrorista especialmente alta.

Quase sete mil soldados foram deslocados no marco de uma operação antiterrorismo chamada Sentinela, para manter a segurança das ruas, principalmente nos pontos turísticos, após o ataque jihadistas contra a redação da revista Charlie Hebdo em janeiro de 2015. Martins afirmou que as obras não atrapalharão a chegada dos visitantes e que os turistas poderiam visitar a torre depois de passar pelos controles de segurança.

MAIS OBRAS NA TORRE EIFFEL

Uma outra obra em 2018 pintará a torre, que tem 128 anos, e também renovará os elevadores, o que vai demorar dois anos. Além disso, um novo centro de recepção será construído a partir de 2021, disse Martins, embora tenha acrescentado que o polêmico projeto que previa a construção de um shopping subterrâneo foi rejeitado.

A cidade tenta melhorar o local sem afetar o número de visitantes, principalmente após ser escolhida para sediar os Jogos Olímpicos de 2012. No total, foram reservados 300 milhões de euros para melhorar a experiência dos visitantes da Torre Eiffel nos próximos 15 anos. A metade do orçamento será destinada à manutenção do monumento, que faz parte do Patrimônio Mundial da Unesco.

 

Booking.com

Deixe uma resposta