Novas regras da ANTT podem aquecer mercado do turismo em Alagoas

Mudança na regulamentação de transportes terrestres vira ferramenta para crescimento da economia

0
136

Com a publicação das novas regras da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o aquecimento do mercado de turismo em Alagoas ganhou um grande aliado. A partir de agora, os serviços de trens e ônibus interestaduais, semiurbanos e internacionais têm mais liberdade para definir valores promocionais de tarifas, incentivando as empresas do ramo a promover ações que contribuam ainda mais com o setor turístico da região, por meios das rodovias.

“O Brasil tem um grande potencial turístico e Alagoas, particularmente, é um dos grandes redutos de belezas naturais do país. Algumas regiões têm mais evidência do que em outras, mas nosso estado está entre os grandes destinos nacionais, e a atividade é um dos carros-chefe da nossa economia atualmente”, avalia o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella.

Com a mudança das normas, as empresas de transportes do setor poderão oferecer passagens com desconto em alguns trechos, o que possibilitará aos consumidores escolher as ofertas mais vantajosas para o seu bolso. A liberdade tarifária permitirá a oferta de promoções por linhas de ônibus, e não mais para todas as suas extensões, por exemplo.

Em 2016, segundo o Anuário Estatístico do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, 92,5 milhões dos passageiros no Brasil utilizaram o transporte rodoviário, sendo 46% por ônibus interestadual, enquanto 42,8% optaram pelo semiurbano, com 1% recorrendo ao internacional.

Destino Alagoas

De acordo com dados de uma pesquisa encomendada pelo Ministério do Turismo para medir o aproveitamento das regiões brasileiras enquanto destino turístico, os entrevistados consideram o Nordeste a região que mais aproveita seu potencial (39,6%).

Em Alagoas, a porta principal da entrada de turistas ainda é o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares. No entanto, são as rodovias federais no estado que dão acesso a importantes destinos turísticos, como às cidades do sertão alagoano, aos caminhos do Rio São Francisco, ao celeiro das tradições no agreste, às áreas remanescentes de quilombos, à Costa dos Corais, às lagoas e mares do sul, além da própria região metropolitana da capital, Maceió.

No levantamento realizado pela Confederação Nacional de Transportes (CNT), que apresenta a classificação das rodovias federais no estado, entre elas as BR-101, BR-104, BR-316 e BR-423 – que somam 704 km -, as estradas tiveram seus pavimentos bem avaliados, com conceitos entre bom e ótimo. Ou seja, a atividade turística por meio das rodovias proporciona conforto e segurança para quem viaja e poderá ser ainda mais incentivada.

“O governo federal tem realizado uma série de ações para investir na infraestrutura dos destinos nacionais. A manutenção das BRs garante segurança, tranquilidade e conforto para quem trefega. Agora, as novas regras da ANTT vêm fortalecer ainda mais o segmento turístico, tornando-se mais uma ferramenta de auxílio na retomada do crescimento econômico da região”, conclui Quintella.

Booking.com

Deixe uma resposta