Norwegian vira-se para o Oriente e África: quer oferecer voos a partir de 232€

0
222
DR

Por Andreia Marques Pereira

China, Japão, quem sabe África do Sul ou Nigéria, podem ser os próximos “alvos” da companhia norueguesa, que está apostada em ser pioneira nos voos low-cost de longo curso.

Os novos voos low-cost para os Estados Unidos ainda não começaram, mas a Norwegian Airlines já está com a cabeça noutro lado do mundo. Agora é para o Oriente e África que se voltam as atenções da companhia aérea que pretende voar desde o Reino Unido para várias cidades na China, Japão e África com preços a partir de 232 euros.

Desta forma, a companhia norueguesa pretende continuar a afirmar-se como uma das pioneiras dos voos low-cost de longo curso – aliás, depois das rotas com data já marcadas para os EUA, mais duas foram acrescentadas ao portefólio (para Seattle e Denver) e deverá haver mais novidades em breve.

A companhia deverá anunciar nos próximos meses a primeira rota de longo curso para uma cidade fora dos EUA. Embora sem deixar qualquer pista sobre a possível eleita. Por enquanto, no que aos novos planos diz respeito, o fundador e CEO da Norwegian Airlines, Bjorn Kjos, diz apenas não ter dúvidas de que se trata “de uma grande oportunidade”. “A Tailândia está relativamente bem servida, mas a China e o Japão não e há grande população aí”, afirmou ao jornal britânico The Telegaph. Porém, e apesar “do grande potencial”, os voos para o extremo Oriente têm primeiro de receber autorização do governo russo para utilização do corredor siberiano, avisa Kjos.

Do mesmo modo, “há muitos países africanos que são muito interessantes para os europeus, países bonitos com enorme potencial”. Kjos referiu-se à Nigéria, “com uma grande população, mas sem companhia low-cost”, e à África do Sul, “incrivelmente interessante”.

Booking.com

Deixe uma resposta