Ilhabela – dicas, praias e o que fazer

Um destino pra encher os olhos, cercado de belezas naturais, e distante há poucas horas da capital. Conheça um dos refúgios preferidos dos paulistanos para descansar nos seus dias de folga.

0
421
Ilha das Cabras. Foto: Elisa Bueno

Uma Ilha linda, cheia de pequenas praias, uma ao lado da outra, que na maioria dá pra fazer a pé.

Tem aqueles centrinhos históricos muito bem preservados, cheio de cores vivas e de arquitetura centenária, com casas de paredes grossas e telhados com “eiras e beiras”.

Um lugar para ficar zen, para ver beleza, mar azul, e aproveitar ao máximo o contato com todas as possibilidades da natureza, como trilhas, mergulho, cachoeiras.

Essa é a charmosa Ilhabela, que trás no nome a representação certa de seus atributos. Abaixo vou passar algumas dicas para você aproveitar ao máximo o passeio na também chamada Capital das Velas.

POR ONDE COMEÇAR

Primeiro é importante conhecer um pouco da geografia da Ilha. As praias voltadas para o continente são mais movimentadas e o mar tem ondas mais calmas. Já as praias do lado leste são mais desertas e algumas acessadas por estrada de chão batido, trilha ou barco.  A característica do mar varia de acordo com a localização. Quanto mais ao Norte, mais fracas são as ondas. O mar aberto fica ao Sul.

Mapa Ilhabela. Fonte: Fonte: acordailha

MELHORES PRAIAS DE ILHABELA

É difícil definir quais são as melhores praias, devido às particularidades de cada uma, mas as minhas preferidas foram Ilha das Cabras e Jabaquara. A primeira é no Sul, logo que iniciam as praias deste lado da ilha, por isso é uma das primeiras que você vai passar quando for iniciar o trajeto Sul. É uma prainha pequena, de água cristalina, onde as pessoas fazem mergulho. É cercada de pedras, o que embeleza ainda mais sua orla.

Ilha das Cabras. Foto: Elisa Bueno

Já a segunda fica no extremo norte da Ilha, em uma região deserta que é acessada através de uma estrada de chão batido. É realmente paradisíaca, uma opção ideal para quem quer passar o dia de molho na água.

Praia do Jabaquara. Foto: Elisa Bueno

Como a extensão territorial é pequena, nossa sensação é que dá pra dar a volta na ilha em 01 hora. Claro que isso nem seria possível, pois algumas partes só podem ser acessadas de barco, mas o fato é que realmente as praias são muito próximas umas das outras, chegando a nos confundir. Se não acompanharmos as placas, podemos achar que são uma coisa só. Principalmente para quem está acostumada a viver em cidade grande, fica muito fácil conhecer a maioria das praias em poucos dias.

Estive na famosa praia do Curral, mas particularmente não achei nada muito especial, principalmente depois de ter visto a Ilha das Cabras, que me encantou tanto.

Mas tudo é gosto pessoal, e isso que é bacana em viagem, conhecer o máximo possível para ter suas próprias percepções.

DICAS DE COMO CONHECER A ILHA

Sugiro escolher um lado da ilha para começar o tour, e seguir parando nas praias para aproveitar.

Dica: Se tiver alguma que chame sua atenção, demore mais um pouco nela, porque existe uma boa diferença entre as praias, e pode ser que outras não te surpreendam tanto.
Dica 2: Algumas praias simplesmente não tem estacionamento gratuito, e as ruas são muito estreitas, provavelmente não terá lugar para colocar o carro na rua, então vá preparado para pagar estacionamento ou deixar o carro em um lugar e das uma boa caminhada até as outras.
Dica 3: Conheça também as maravilhosas cachoeiras e trilhas, e se puder, pegue um jipe ou barco e conheça as famosas praias do Castelhanos e Bonete.
Dica 4: O acesso à Ilhabela é exclusivamente através da Balsa, e na alta temporada você pode ficar até 05 horas na fila para entrar na cidade. Por isso, se puder escolher, viaje na baixa temporada. Depois de Março, os preços reduzem drasticamente e você vai realmente conseguir descansar e aproveitar o melhor dos passeios.
Travessia da balsa. Foto: Elisa Bueno
Imperdível: Um passeio imperdível é no centro histórico, também chamado de Vila, onde você vai encontrar a maioria das construções, lojas  e restaurantes, além da charmosa paróquia Nossa Senhora D´Ajuda. No centrinho de Ilha Bela tem o maior movimento da cidade, para quem quer alguma atividade noturna, o ideal é ficar lá por perto.

VEJA ABAIXO ALGUMAS IMAGENS DE NOSSA GALERIA

Então espero que vocês aproveitem ao máximo o passeio por Ilhabela, e depois me contem quais foram as suas impressões da viagem! 😉

Elisa Bueno-  Agente de Viagens e Social Media

 

 

Booking.com

Deixe uma resposta