Governo prevê arrecadar R$ 20 bilhões em leilão de aeroportos

18 terminais devem ser concedidos para que o governo arrecade o valor estimado

0
173

governo federal ampliou o pacote de concessões para conseguir fechar as contas do ano que vem. No entanto, ainda nesta segunda-feira (14), deve ser anunciada a alteração da meta fiscal de 2018 para prever um rombo nas contas públicas ainda maior.

De acordo com o jornal O Globo, o Estado avalia que irá arrecadar R$ 20 bilhões decorrentes da privatização de aeroportos e da venda da fatia da Infraero em terminais já concedidos. O Orçamento contabiliza o valor e inclui a concessão de, no mínimo, 18 terminais.

O aeroporto de Congonhas (SP), segundo mais movimentado aeroporto do país, deve entrar no leilão. Além disso, haverá licitação de três blocos de aeroportos encabeçados por Santos Dumont, Cuiabá e Recife, e a relicitação de Viracopos (Campinas).

A publicação destaca ainda que estimativas da área econômica apontam que será possível arrecadar quase R$ 61,6 bilhões no ano que vem, considerando os setores de transportes, petróleo e gás e energia.

A União deve arrecadar cerca de R$ 10 bilhões com a venda da fatia da Infraero (de 49%) nos cinco aeroportos. A concessão de Congonhas (SP) estima levantar R$ 4 bilhões. O Globo refere que outros R$ 4,1 bilhões viriam em outorgas com o leilão de três blocos de aeroportos e, pelo menos, R$ 1,9 bilhão com a nova licitação de Viracopos (Campinas).

Booking.com

Deixe uma resposta