EMBRATUR PROPÕE MAIS FOCO PARA TURISMO NA AMÉRICA LATINA

Países das regiões unidos para ampliar fluxo de turistas internacionais

0
220
Vinicius Lummertz defende, na WTM, dedicação ao turismo por parte dos governos da América Latina

O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vinicius Lummertz, sugeriu a ministros e autoridades que trabalham com turismo nos países da América Latina que sejam pragmáticos e se dediquem para melhorar o fluxo de visitantes estrangeiros para o continente. “Com todas as belezas que temos, com a melhoria da infraestrutura logística e a ampliação da conectividade aérea, não podemos ser o destino de apenas 2% dos viajantes internacionais”, alertou Lummertz.

A defesa aconteceu nesta terça-feira (8) em Londres , para um grupo de profissionais do setor e representantes da imprensa especializada que acompanhava o SeminárioA new focus in Latin America, organizado pela World Travel Market (WTM), principal evento global para a indústria de viagens.

Lummertz debateu o tema com o ministro do Turismo da Costa Rica, Mauricio Ventura; o vice-ministro do Turismo da Bolívia, Joaquín Dorado; o ministro do Turismo do Uruguai, Benjamin Liberoff; a ministra do Turismo da Venezuela, Marleny Contreras; o ministro do Turismo brasileiro, Marx Beltrão; e do diretor executivo da OMT (Organização Mundial do Turismo), Márcio Favilla.

“Em cada um desses estandes há investimento e gente disposta a atrair turistas para seus países. Temos que nos preparar e nos unir para entrar nessa corrida”, comentou Lummertz. O ministro Marx Beltrão lembrou que o Brasil e os países da região devem aproveitar os investimentos feitos na logística dos grandes eventos do Brasil, entre 2007 e 2016, para atrair eventos de MICE (Meetings, Incentives, Congress & Events): “Temos que estar entre os países que mais captam eventos desse segmento. Desenvolvemos um know how, temos estrutura, agora é trabalhar”.

Booking.com

Deixe uma resposta