Conheça a nova rota da arte no Oriente Médio

Marrocos e Emirados Árabes Unidos acabam de entrar para o roteiro de arte do outro lado do planeta. Desde a metade de outubro, Marrakech ganhou uma nova instituição cultural: o Musée Yves Saint Laurent. O local não é uma escolha aleatória: o estilista francês era apaixonado pela cidade, onde chegou a comprar, em 1980, a propriedade Jardim Majorelle (atualmente também um museu, mantido pela Fundação Pierre Bergé – Yves Saint Laurent).

0
179

O acervo fixo conta com criações icônicas de YSL, como um exemplar do Mondrian Dress, modelo criado em 1965 e inspirado no trabalho do artista holandês que o batizou. O complexo inclui, ainda, restaurante, biblioteca e auditório.

Em 11 de novembro foi a vez de Abu Dhabi ganhar uma unidade do Louvre depois de uma década de construção. O designer Jean Nouvel foi o responsável pelo projeto, que fica na ilha de Saadiyat, a apenas sete minutos da cidade. O complexo, de design futurista, conta com 23 galerias e salas de exibições permanentes, auditório, centro de pesquisa e museu infantil.

Divulgação

Musée Yves Saint Laurent (Divulgação)

Para “abastecer” o acervo, 17 museus e instituições francesas colaboraram com o empréstimo de cerca de 300 obras. No momento, exemplares de Van Gogh, Manet e Leonardo da Vinci já se encontram em solo oriental. Calcula-se que a coleção permanente chegue a 600 itens – cerca de um terço deles já está em exposição.

Booking.com

Deixe uma resposta