Comissário Moscovici: Catalunha independente “não será membro da UE”

O comissário europeu para os Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, afirmou que a Catalunha "nunca será membro da União Europeia" caso se torne num Estado independente.

0
178

 

O comissário europeu para os Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, afirmou esta quinta-feira que a Catalunha “nunca será membro da União Europeia” caso promova a secessão de Espanha e se torne num Estado independente.

Ao ser questionado sobre o eventual reconhecimento por Bruxelas de uma Catalunha independente, o antigo ministro francês considerou que “as coisas estão claras aí”, e precisou: “Imaginemos que vai haver uma independência, e nessa situação uma Catalunha independente não seria membro da União Europeia“.

“A União Europeia apenas reconhece um Estado-membro que é a Espanha. Mas estamos no domínio da ficção porque na realidade não existe a independência catalã”, acrescentou nas declarações à LCP.

Não entremos na política de ficção“, insistiu Moscovici, ao responder à eventualidade de Barcelona se envolver num processo de adesão à UE. O antigo ministro socialista definiu como “questão dolorosa” o braço de ferro entre Madrid e Barcelona, devendo ser “resolvido pelos espanhóis”.

“Não é em Bruxelas, nem em Paris , nem noutro local que a situação deve ser solucionada”, sublinhou, para apelar ao diálogo e à distensão após as “imagens” de violência do fim de semana, “que chocam legitimamente”.

O impasse permanece total entre o Governo espanhol do conservador Mariano Rajoy e as autoridades catalãs independentistas, devido ao referendo independentista de domingo.

Nesta consulta, declarada ilegal e suspensa pelo Tribunal Constitucional espanhol, participaram 2,2 milhões de pessoas, num censo de 5,3 milhões (42%), com 90% dos votos a favor da independência, segundo referiu o Governo regional da Catalunha.

Booking.com

Deixe uma resposta