Amesterdão multam proprietário e agência por aluguéis no AirBnB

As autoridades de Amesterdão multaram em 297 mil euros um proprietário que alugava várias casas através do portal AirBnB e a agência que facilitava o negócio, violando as normas da cidade, informou hoje o jornal digital Het Parool.

0
312

“Isto é o exemplo de um hotel ilegal”, disse ao jornal digital um responsável local, Laurens Ivens, explicando que o proprietário vai ter de pagar 13.500 euros por cada um dos 11 apartamentos que estava a alugar num edifício do centro da cidade.

A mesma quantia terá de ser paga pela agência que se ocupava dos procedimentos relacionados com o aluguer e que entregava as chaves aos clientes.

A multa resulta de uma investigação aberta depois de vizinhos do prédio se terem queixado por suspeitar desta atividade, o que permitiu às autoridades descobrirem que as casas estavam a ser alugadas no AirBnB em desrespeito pelo permitido pelas leis municipais, que limitam a 60 dias por ano e a quatro ocupantes por apartamento os alugueres nesta plataforma.

Esta é a sanção mais alta imposta na cidade desde que as normas entraram em vigor. A agência multada anunciou que vai recorrer por considerar a multa ilegal.

Booking.com

Deixe uma resposta