Acidente. Pneu de avião da TAP rebenta no momento da aterrisagem

0
254
RENATO SERRA FONSECA - MF PRODUÇÕES

Aeroporto de Lisboa esteve totalmente fechado. Investigação já começou. Foi aberta pista secundária para permitir decolagens.

Em comunicado, a TAP “confirmou a ocorrência com um avião ATR da TAP Express, que realizava o voo TP 1971”.

Houve o “rebentamento de um pneu no momento da aterragem” no avião fazia a ligação Porto – Lisboa.

A TAP assegura que os “20 passageiros a bordo, tal como os tripulantes, saíram do avião e seguiram normalmente para os seus destinos”

A pista secundária do aeroporto de Lisboa, que se encontrava encerrado, foi aberta horas depois para permitir operações de descolagem, informou a ANA – Aeroportos de Portugal.

O acidente ocorreu às 22:35, dentro do perímetro aeroportuário, “tendo sido acionados de imediato todos os meios internos e externos para atuação em caso de emergência”.

O avião em questão, um ATR 72, efetuara um voo com origem no Porto quando sofreu o acidente já no perímetro do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Já no domingo, o aeroporto de Lisboa reabriu cerca das 05:00 e esteve em operação noturna até às 06:00, estando a funcionar com normalidade e sem quaisquer perturbações.

Investigação

O acidente já a ser investigado pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA), disse o diretor deste serviço.

Álvaro Neves disse que “foi enviado um investigador para o aeroporto, onde se encontra um avião proveniente do Porto que sofreu um colapso do trem (de aterragem) do nariz e do trem esquerdo principal”.

O diretor do GPIAA escusou-se a avançar qualquer hipótese sobre as causas que tenham levado ao acidente, adiantando que estas deverão ser apuradas no decorrer da investigação.

fonte:dn.pt

Booking.com

Deixe uma resposta