10 países da Europa que mais deportaram pessoas em 2015

0
444

A imigração foi o tema central da campanha vitoriosa de Donald Trump para a Casa Branca. Em seus discursos, ele frequentemente reafirmava sua intenção de construir um muro entre a fronteira do México e dos Estados Unidos. Recentemente, o republicano também declarou que pretende encerrar ou deportar até três milhões de imigrantes ilegais no país.

Na Europa, a liberdade de circulação resultou em muitos debates e provou ser uma das principais razões pelas quais às pessoas do Reino Unido votaram a favor do Brexit.

Na semana passada, a União Europeia revelou quantos cidadãos não comunitários receberam ordens de deportação pelos Estados membros da UE em 2015. A Grécia apareceu em primeiro lugar, com 104.576. Mesmo antes do Brexit, o Reino Unido estava entre as três nações que mais deportavam, com 70.020 ordens só no ano passado.

Entretanto, a emissão de ordem de deportação não necessariamente faz com que as pessoas deixem o país. Algumas decidem ir embora voluntariamente, enquanto outros cortam o contato com suas respectivas autoridades de imigração.

Veja os países que mais deportaram pessoas em 2015:

10º) Suécia

Número de ordens de deportação: 18.150
Porcentagem do total: 4,2%

9º) Bulgária

Número de ordens de deportação: 20.810
Porcentagem do total: 4,8%

8º) Holanda

Número de ordens de deportação: 23.765
Porcentagem do total: 5,5%

7º) Itália

Número de ordens de deportação: 27.306
Porcentagem do total: 6,3%

6º) Bélgica

Número de ordens de deportação: 31.045
Porcentagem do total: 7,2%

5º) Espanha

Número de ordens de deportação: 33.495
Porcentagem do total: 7,8%

4º) Alemanha

Número de ordens de deportação: 54.080
Porcentagem do total: 12,6%

3º) Reino Unido

Número de ordens de deportação: 70.020
Porcentagem do total: 16,3%

2º) França

Número de ordens de deportação: 79.950
Porcentagem do total: 18,6%

1º) Grécia

Número de ordens de deportação: 104.576
Porcentagem do total: 24,3%

 

Booking.com

Deixe uma resposta